quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Fórum Fantástico 2008

Senhoras e senhores, o Fórum Fantástico 2008. Desta feita a decorrer de 2 a 5 de Outubro na Faculdade de Belas-Artes em Lisboa.

Tive o previlégio de ser convidado para falar do processo de produção de criaturas em 3D no Monster Workshop, agendado para sexta-feira 3 de Outubro às 14:30. Comigo vai estar o António Valjean, ex-colega de curso e concept artist extraordinaire na YDreams. O objectivo é fazemos um apanhado dos principais passos na criação dos personagens fantásticos que vemos em filmes ou em jogos, desde a concepção e visualização iniciais até ao modelo final.

Em destaque está a presença do autor de ficção científica Richard K. Morgan, que vai apresentar o livro Altered Carbon. Dá-lhe Richard!

Apareçam.

Mais informações no site oficial

domingo, 21 de setembro de 2008

Engraçadinhas

Quando as meninas sorridentes à entrada do cinema me entregaram uma amostra do novo after-shave Nívea, eu pensei "isto promete..." Mas não era bem isto que eu tinha em mente.

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

domingo, 14 de setembro de 2008

Speed Painting I

Photoshop e Wacom tablet - 40 minutos.

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Equador é que é bom

Para terminar os posts sobre o pára-quedismo, deixo-vos com a sabedoria inigualável do Sousa.

Estava eu a falar com o instrutor Morais acerca de uma amiga que vai para a Noruega, que se terá que habituar a dias e noites de quatro meses. Espantado, o Morais perguntou:

- Ai sim? Então porquê?

Eu respondi que por causa da latitude da Noruega, lá mais pra cima no hemisfério norte, há meses em que o sol nunca se põe, andando sempre rente ao horizonte, e outros em que nunca chega a nascer. Nisto, remata o Sousa:

- Os hemisférios é lixado.

Por isso meus amigos, evitem os hemisférios. Equador é que é bom.

Sousa

De todos os perigos da prática do pára-quedismo, um dos mais graves é a colisão de dois pára-quedistas no ar. O mais ligeiro toque pode fazer colapsar células do pára-quedas ou enrolar as cordas de modo que torna difícil ou impossível abrir o reserva em condições. Em termos de gravidade a colisão está logo a seguir à aterragem com uma perna de cada lado do arame farpado.

Para evitar este perigo instituíram-se várias regras de segurança para os praticantes iniciados:
1- Trazer seguro, atestado médico e o cérebro para o curso.
2- Saber distinguir o lado esquerdo do lado direito.
3- Verificar a abertura e a proximidade de outros pára-quedistas, em vez de gritar injúrias para a calote por ter enrolado as cordas de propósito.
4- Dar prioridade ao pára-quedista que está mais abaixo (em caso de dúvida, o lado de baixo é o que tem o chão).
5- Em caso de colisão iminente, virar sempre para a direita.
6- Evitar fazer precisamente o contrário do que o instrutor indica por rádio.

Estou a contar-vos isto porque aquele caganito azul a pairar ansiosamente no ar sou eu a tentar chegar ao chão de forma segura e controlada, e o caganito laranja que vem logo atrás é o amigo Sousa, que ou muito me engano ou quebrou todas as regras de segurança da lista, excepto talvez a nº4 e os dois primeiros elementos da nº1.

Em sua justiça devo dizer que apesar de tudo o Sousa, nos intervalos de me ameaçar escarrapachar a 300km/h contra uma placa de alcatrão, até é um tipo simpático.

video