terça-feira, 10 de junho de 2008

A Carrinha da Junta

Poderia ser a carrinha da Casa Pia, mas não, é a carrinha da Junta de Freguesia da Ameixoeira. A bela poesia de Fernando Pessoa que adorna o veículo revela que a Junta tem um apreço especial pelas criancinhas, com excepção talvez do motorista.

As minhas suspeitas foram inicialmente despertadas pelo pequeno facto de que, quando certo dia um bando de putos ciganos começou a mandar carolos à carrinha, o motorista abriu a janela e gritou em alta voz:

- PUTOS DO C***LHO! F***-SE! PRÓ C***LHO!

Claramente o Fernando Pessoa nunca guiou uma carrinha da junta.

6 comentários:

Abobrinha disse...

Herr K

Não percebes nada: poesia e danças são o quê? ARTE! Crianças significa o quê, para este condutor? Palavrões! Se leste com atenção um dos meus posts sobre as 40 horas de Serralves, tinha uma secção sobre dirty talk. Ou seja, "PUTOS DO C***LHO! F***-SE! PRÓ C***LHO!" é arte! Fernando Pessoa é arte!

A bondade só está lá para enganar!

Joaninha disse...

Não é de todo das coisas mais inspiradas do Fernando e como bem sabes eu sou fã do rei Erodes :)

Anónimo disse...

O F.Pessoa nunca leu "Lord of the Flies" do Golding. Mas as crianças serem o melhor do mundo só para quem nunca teve contacto com crianças. Logo, ele nunca foi pai nem professor. Além do mais, dísticos como este só acentuam as minhas suspeitas que ele nunca deu uma queca.
O motorista, ao contrário, sabe exactamente o que está a dizer.:)
Bjs Karin

Joaninha disse...

Grande Karin!
Mas que perola que aqui deixas mulher!

Vieira Calado disse...

Pois...
Os condutores (os outros, os grandes),. parecem que também não gostam de poesia...
Um abraço

Krippmeister disse...

Vieira, bem-vindo ao KrippArt.

Parece-me que o tipo que decidiu pintar aquilo na carrinha é que devia ter levado com os carolos.

Coisa mais pirosa nunca vi...