segunda-feira, 2 de março de 2009

Desafio da Joaninha - Epílogo

Ok, o título é um bocado pretensioso. Afinal de contas a única coisa que vocês querem mesmo saber é se o ponto 4 é mesmo verdade. É.

Foi no colombo há uns anos atrás. Estava eu distraído a tentar navegar por entre uma manada de gente quando o impensável (embora extremamente desejável) aconteceu. Aparentemente a Bárbara também ia distraída a dobrar a esquina, e lá fomos um contra o outro. A minha estatura mediana chocou contra a sua cavalice de saltos altos, impacto porventura perigoso se não tivesse sido amortecido pelas voluptuosas protuberâncias mamárias da Sra Guimarães. Ficámos ambos para sempre marcados por este encontro. Até este dia o Carrilho ainda acha que o hábito que a Bárbara tem de esfregar pêssegos carecas no peito é algum tratamento de beleza.

Quanto aos restantes pontos, a verdade reza assim:

1) Saco 360º em saltos de snowboard.
Tecnicamente até é verdade, mas para efeitos de habilidade na prática do desporto em questão, os 360º que eu faço a rebolar pela montanha abaixo depois de ter caído de boca não contam como manobra. Falso.

2) A minha alcunha na tropa era Pedigreepal.
Verdadeiro. A cara de felicidade do cabo que se lembrou da piadinha indicava que teria sido provavelmente a melhor graçola que alguma vez lhe brotou do neurónio. A maior parte do tempo o melhor que conseguia era gritar - O CARALHINHO! a tudo o que se lhe dizia.

3) Sou ambidestro.
Verdadeiro. Desenho com a esquerda, escrevo com a direita, chuto com a esquerda, sou goofy no snowboard, faço metade da barba com cada mão e como com os talheres normalmente excepto se fôr só uma colher ou só um garfo. E para que acredita que vai ser o primeiro a fazer piadinhas sobre que mão faz mais o quê, não é.

4) Já fui de encontro aos majestosos seios da Bárbara Guimarães.
Verdadeiro. Nos meus sonhos o blog da Bárbara tem um post sobre o dia em que foi de encontro à careca sexy do Krippmeister.

5) O meu sistema imunitário é um bocado como um daltónico na brigada de minas e armadilhas.
Verdadeiro. Mas com a diferença de que o daltónico na brigada de minas e armadilhas só faz merda uma vez, enquanto o meu sistema imunitário faz merda desde os 14 anos.

6) Gosto de pessoas com quem possa partilhar longos momentos de silêncio não constrangedor.
Verdadeiro. Esta parece ter criado alguma confusão, mas eu explico: Gosto de pessoas com quem possa partilhar longos momentos de silêncio não constrangedor.

7) Tenho umas canadianas todas kitadas com autocolantes do Guitar Hero.
Verdadeiro. É infantil? Sim. É ridículo? Sim. É feio? Sim. E eu por acaso preocupo-me com isso? Não.

8) Sou cristão católico apostólico evangélico eclesiástico romano.
Falso. Cruzes credo! Deus me livre!

9) O melhor álbum do mundo é o dos temas dos Delfins em canto gregoriano.
Falso. Estive para escolher o dos temas do João Pedro Pais em flauta de pan, mas as musícas do JPP beneficiariam tremendamente de não ter nem as letras do JPP nem o próprio JPP, pelo que escolhi o dos Delfins pela sua qualidade excecrável de carácter transcendente e imutável.

14 comentários:

Joaninha disse...

Acertei todas oié!!

Essa história dos seios da Sra da Carrilho é dos momentos mais marcantes da vida do nosso adoravel Krippmeister e ele fala dela sempre com taaaanto carinho ;).

Beijos

Krippmeister disse...

Muito muito carinho. Tanto da esquerda como da direita.

Chuac

Abobrinha disse...

Krippmeister

COntinuo a não acreditar nessa dos seios da Bárbara Guimarães e a acreditar que consegues fazer 360º a sério. Dito isto, eu sou uma crente! Só há um problema: tu não mentes... ... whatever!

turso (isto está cada vez pior!)

Krippmeister disse...

É verdade! Fui mesmo contra a Bárbara. Belo momento...

E 360º Nem vê-lo. Mas cada vez me aproximo mais, se conseguir manter-me inteiro tempo suficiente hei de fazer o 360º

turso já não sei o que seja. Um urso turco?

Joaninha disse...

Olha e psesseni? que raio é

Abobrinha disse...

Nope: turso é um torso de um urso.

dustimm é... a prova de que a verificação de palavras é uma bosta?

blogas disse...

Não conhecia esse teu momento com a Bárbara! :)

Fada da felicidade disse...

Foste à tropa??
As coisas que se descobre num blog...

p.s. Tenho a certeza que a Bárbara se lembra e ti com frequência! ;)

Krippmeister disse...

Fui pois. Escola de fuzileiros de Vale de Zebro! Hooraaah!

Salto-Alto disse...

É a 4ª vez que comento, venho cá ver e não fica comentário nenhum. Sendo que o que acabei de escrever já o tinha escrito no 3º comentário, que também não apareceu! Arre!

Salto-Alto disse...

Desisto, não aparecem.

Krippmeister disse...

Epá, isto já tem pouquinhos comentários mesmo quando funciona bem. Se ainda por cima me andam a sabotar os comentário qualquer dia fica o KrippArt às moscas.

Mas olha, saltinho, pelo menos dois ainda ficaram ;)

Eu mesma! disse...

Já não vim a tempo de comentar as questões....

mas adorei as tuas verdades...
a do silencio não constrangedor... entendo-te perfeitamente!

Krippmeister disse...

Eu mesma, seja bem aparecida. Pois foi, já foste um bocadinho tarde para o teste das verdades. As boas notícias é que as minhas parvoíces são intemporais, podes opinar em qualquer altura :)