sexta-feira, 10 de agosto de 2007

Aquecer o Pirulo

Aquecer o Pirulo não só é desejável, como é operacionalmente fundamental.

Quando se tira o Pirulo para fora, a temperatura inicial impede-o de se erguer convenientemente, no entanto, através de um manejamento apropriado, o Pirulo consegue atingir toda a sua extensão. A técnica mais comum consiste em agarrar o Pirulo com uma ou ambas as mãos, fazendo-as deslizar ao longo do corpo cilíndrico de modo a causar o aumento da temperatura superficial. Este aquecimento propaga-se para o interior, resultando num humedecimento generalizado. Neste momento a mais ligeira pressão na base do Pirulo deverá ser suficiente para expôr completamente a extremidade grossa do corpo piruliforme, já abundantemente humedecido. É nesta fase que o contacto oral com o Pirulo se revela plenamente gratificante, devendo-se porém manter pelo menos uma mão a controlar a pressão na base.
Practicamente qualquer operação oral praticada no Pirulo é válida, sendo que chupar ou lamber são as técnicas mais utilizadas pelo facto de serem as mais eficazes.

Poderão introduzir-se variações destas técnicas para compensar as diferenças estruturais de outros Pirulos como por exemplo o Pirulo Bazooka, dando-se menos ênfase ao trabalho manual e mais liberdade oral, com particular destaque para os movimentos de língua.

Tanto o Pirulo como o Pirulo Bazooka estão à venda nos quiosques de gelados por todo o país, e apesar de serem em tudo semelhantes ao Calipo e ao Twister da Olá, são produzidos pela Nestlé S.A.

Este post foi inspirado por uma querida amiga cujo nome eu não vou revelar para proteger a identidade da Patrícia, que, agarrando-se com ambas as mãos ao gelado disse: "tenho que aquecer o Pirulo..."

17 comentários:

Abobrinha disse...

Herr Krippmeister

Tem mais ou menos calorias que uma banana? Isso é importante!

Krippmeister disse...

Sinceramente não sei, mas a verdadeira questão é a quantidade de proteínas que estás disposta a digerir :-)

Abobrinha disse...

Proteínas??? Num gelado? Mas as pro... ah... não estavas a falar do gelado, pois não? Lá está: isso tem várias vertentes e pode-se sempre optar pela versão anoréctica.

Mesmo porque tem muito sal e eu estou com alguma retenção de líquidos e má circulação, como podes deduzir pela minha necessidade de pôr as pernas para cima!

Nada é pouco saudável à partida: temos é que optar pelas versões saudáveis das coisas. Por exemplo, o pirulo (o gelado) pode ser perfeitamente combatido com recurso a actividades que queimem as calorias que foram ingeridas!

Não estou agora a protelar a adenda ao post das fufas de propósito: estou a sentir o peso das responsabilidade (tenho que ser a musa inspiradora de um artista: não é todos os dias!).

E lembrei-me de mais uma cena em Berlim... e tem outra no Porto, mas não conto porque envolve uma mulher casada!

Abobrinha disse...

Herr Krippmeister

Pronto, já está o post das fufas e eu. Enjoy...

Patricia disse...

Estive quase a escrever este comment como anónima, mas gaja que é gaja não tem medo de assumir que sabe como aquecer um Pirulo...

(confesso que estava com dúvidas sobre como ias dar a volta à questão mas só tenho a dizer: Parabéns ;)

Abobrinha disse...

Patrícia

Quanto é que pagaste ao Herr Krippmeister para ele divulgar que sabias aquecer um Pirulo?

Quantas calorias tem isso? E proteínas? Estou convencida que a cena das proteínas levava água no bico. Bem, água não sei, mas o bico...

... eu estou a ficar uma badalhoca encartada... más influências...

Krippmeister disse...

Hahaha muito boa! E ninguém me convence de que ela não é tão ou mais talentosa ainda com o Pirulo Bazooka.

Abobrinha disse...

Herr Krippmeister

Posso não ser especializada em rapidinhas, mas postei rapidissimamente 3 coisas e tu... nicles!

Um post tem a minha foto!!! E o outro a do Fernando Alvim.

O que se passa? Estás com preliminares a mais? Bem, preliminares nunca são demais!!!

Abobrinha disse...

Herr Krippmeister

Não ligues: aqui que ninguém nos ouve, estou só a armar-me em exigente para ganhar fama de insaciável e exigente.

Infelizmente quer-me parecer que a partir de quinta-feira quem não vai responder às encomendas é aqui o "je", porque vou ficar praticamente sozinha no trabalho! Odeio férias. Dos outros, claro!

Krippmeister disse...

Já fui responder a tudo devidamente. Mas olha, há maneiras muito mais divertidas de ganhar fama de insaciável, pelo menos foi o que ouvi dizer...

Abobrinha disse...

Públicas não! E não estou interessada em público nesses aspectos...

Depois respondo-te devidamente.

Joaninha disse...

Mas existe um gelado chamado Pirulo??????
Jura??????
É muito á frente!!

Abobrinha disse...

Joaninha!!

Que tal as vacances???

Vai ver ao meu blogue o pirulo... e muuuuuuuuuuuuito mais!!!

De facto, como nome é um bocado falheiro! E então pirulo Bazooka... quer dizer... aquilo também é para crianças!

Allanah disse...

o pirulo é muito bom sim.. mas nada ultrapassa o calipo... Estes comments tornam.se um bocadinho puxados volta e meia... nao tenho estaleca para isto... (ou n tenho lata mesmo :P)

Krippmeister disse...

Não posso deixar de prestar a minha homenagem à pessoa que criou o calipo. Se foi um homem com certeza pensou o mesmo que todos nós pensamos: "vai ser interessante ver as miúdas comer isto..."

Joaninha disse...

Ó Allanah, não tens estaleca??!!

Não tens lata?????

Deixa-te lá de coisas, és minha irmã ou não??

Herrr Krippmeister

Já algumas vez comeste um calipo???

Krippmeister disse...

Nunca na vida! Homem que é homem não come calipo. Quanto muito, e só se tiver uma vontade incontrolável de comer calipo, deixa derreter e manda tudo para dentro de uma garrafa de mine e bebe a ver a bola!